terça-feira, 23 de junho de 2009

Espiritualidade


Esse conceito está transformando o mundo executivo


Jesus Cristo (aqui, interpretado por Jim Caviezel no filme A Paixão de Cristo): ninguém exerceu tanta influência sobre as pessoas como ele .

O tema espiritualidade vem ganhando cada vez mais ouvintes dentro do universo corporativo. Nos Estados Unidos, isso se dá pelo crescente descontentamento dos profissionais em relação ao trabalho, diz um artigo da revista BusinessWeek (edição de 5 de abril). Os executivos americanos tem trabalhado mais horas e tirado menos dias de férias. Soma-se a isso a falta de sentido para o trabalho, afirma a revista americana. No Brasil, não é diferente. A edição de VOCÊ S/A, mostra que a espiritualidade desponta como um caminho para uma relação mais saudável entre os funcionários e as empresas. "Hoje as companhias precisam contar com o coração, a mente e o espírito dos seus colaboradores. E só se consegue isso quando o líder deixa de lado o desejo de poder e serve, em vez de ser servido", afirma o guru norte-americano James C. Hunter, autor do best-seller O Monge e o Executivo.
video

Espiritualidade nas Empresas
Antes tarde do que nunca para que os empresários se interessem por este tema?
Bem, até parece que estamos falando de religião! Não e sim. Pois sabemos que independente de religião ou crença, o homem é um ser tridimensional, isto é formado de: corpo físico, alma e espírito. De acordo com sua natureza física, o homem é um animal que como todos os outros animais sofre a influência da natureza. A alma do homem, ou se assim o quiser, a consciência, é o que dá equilíbrio entre o bem e o mal, é quem libera ou segura o corpo físico de agir desse ou daquele jeito, jeito esse de agir que poderá prejudicar ou ajudar seus semelhantes. Mas, você deve estar perguntando. E o lado espiritual do homem? Bem, isso é em mais complexo e só iremos entender se procurarmos em Deus. O homem espiritual é o homem criado a imagem e semelhança de Deus, e este deve procurar sempre o bem, em qualquer circunstancia da vida, e claro, também no local de trabalho.

Uma empresa sem espiritualidade e amor faz com que sua sinergia deixe de existir, cada um para si e Deus para todos. A harmonia deixa de existe e a vibração do ambiente é péssima. Departamentos em guerra, cada um tentando se sobressair, querendo ser o melhor. Indivíduos ao invés de somarem suas forças, dividem-se. Departamentos trabalham em separado, um quer ser melhor do que o outro. Colaboradores cansados e esgotados por gastarem energias desnecessárias com tais procedimentos.

Já entendeu o sentido de espiritualidade nas empresas?

Pra alcançar objetivos e enfrentar a concorrência cada vez mais acirrada, e responder com a velocidade com que o mercado busca respostas para os problemas gerenciais, o gestor deverá buscar o desenvolvimento da espiritualidade dentro da organização.

A espiritualidade é a conduta no caminho do bem e da prosperidade com ética, auxiliando-se uns aos outros, independente de sua crença ou religião. A causa é mais valiosa, o relacionamento harmônico é o caminho.

A espiritualidade traz harmonia, e harmonia é o principal benefício que essas pessoas trazem, pois com ela se consegue transformar esforço em resultado positivo.

Mas, como qualquer movimento na empresa tenha sucesso, o exemplo deve vir de cima, isto é, a partir da direção, dos gestores, dos gerentes, encarregados e líderes.

Todas as empresas tem o alcance da informação, da qualidade dos produtos, da excelência dos serviços. Tem acesso a altas tecnologias, campanhas de marketing. Nesses aspectos todas podem ser iguais. Porém o que vai diferenciá-las daqui para frente é o que está subjetivo, o conhecimento, o capital intelectual e claro a harmonia entre seus colaboradores.

domingo, 21 de junho de 2009


Muitas empresas estão se destruindo e nem mesmo se dão conta disto, a desarmonia que existe entre seus administradores, colaboradores, clientes e fornecedores, a estrutura totalmente materialista pautada no “ter” que visa somente o lado tangível, colocando de lado o “ser”, são fatores que causam danos irreparáveis. Temos por exemplo: departamentos em guerra psicológica, cada qual tentando se sobressair, cada um querendo ser o melhor e dentro desses grupos não é diferente, em vez de somarem suas forças, dividem-se. Cada indivíduo e departamento trabalham em separado, um precisa ser melhor que o outro, é uma questão de sobrevivência e honra. Esta estrutura destituída de amor e espiritualidade faz com que a sinergia da empresa deixe de existir, ou seja, cada um para si e Deus se quiser para todos. A harmonia simplesmente não existe e a vibração do ambiente é péssima. Empresas assim estão cada vez mais fora do mercado onde os colaboradores estão cansados e esgotados por gastarem energias desnecessárias com tais desentendimentos, gerando conseqüentes problemas e cada vez maiores, muitas vezes sem solução. As pessoas que ali trabalham ficam à beira de um colapso nervoso, seus fornecedores procuram distanciar-se, uma vez que as vendas ficam cada vez mais comprometedoras; seus clientes fogem. Em meio a esta turbulência ficam todos desesperados correndo de um lado para o outro, sem solução
video

Saber Perdoar

“Senhor, quantas vezes devo perdoar o meu irmão que peca contra mim? Sete vezes? Não! Respondeu Deus. Você não deve perdoar sete vezes, mas setenta vezes sete”, Mateus 18:21-22.
As pessoas que não têm fé quase sempre guardam mágoas, ressentimentos, rancor e amargura em relação aos outros e raramente, ou nunca, têm paz de espírito. A solução para essa situação é o perdão, que é um grande auxiliador para as pessoas espirituais, pois sempre estaremos nos relacionando com pessoas imperfeitas, assim como nós.

Humildade


“Deus exalta ao humilde e humilha ao soberbo”, Ezequiel 22:26. Um dos princípios cristãos é a humildade. A razão é simples: a humildade reduz o estresse. As pessoas humildes não acreditam que devam ter todas as respostas; conseqüentemente, não precisam fingir ter essas respostas, o que reduz a ansiedade. Quando a ansiedade diminui, a felicidade aumenta. Esse sentimento certamente melhora os seus relacionamentos. Afinal, ninguém gosta de se relacionar com um sabe-tudo. Com isso, seu número de amigos irá aumentar e sua felicidade também.

Sua saúde mental requer a atitude mental correta, o perdão, a gratidão e a ausência de espírito de vingança, entretanto, ela é afetada pelos insumos com que você abastece a mente. O insumo que influencia o pensamento e a felicidade.

video